Histórico 2017

O Programa Internacional Despertando Vocações – PDV surgiu de uma experiência exitosa na qual o IFPE fez parte, a convite da Universidad de Mendoza em 2012, que tinha como objetivo realizar um trabalho de estímulo aos estudantes secundaristas de Argentina, Colômbia e Brasil pelas carreiras ligadas às engenharias – DESPERTAR VOCAÇÕES TECNOLÓGICAS (DVT).

Assim, no momento da avaliação do projeto, os parceiros da Argentina foram convidados a participarem de uma reunião, que tinha como pauta a apresentação de uma minuta de um Programa de Extensão Internacional, destinado às licenciaturas, coordenado por professores do IFPE- campus Vitória: Programa Internacional Despertando Vocações Para Licenciaturas – PDVL, com o objetivo de “Desenvolver ações que auxiliem no despertar do interesse para os cursos de Licenciatura, através da articulação de atividades de ensino, pesquisa e extensão e da troca de saberes entre a Academia e a Escola Básica, tendo como foco a formação do professor e as tecnologias educacionais, utilizando-se do formato de rede de Cooperação”.

No ano de 2014 o PDVL foi conduzido de maneira piloto, pois era a primeira vez que estava sendo desenvolvido um programa dessa natureza no IFPE. Muitas ações foram desenvolvidas no ano de 2014 através do PDVL e das parcerias entre o Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Instituto Federal Sertão Pernambucano (IF-Sertão PE), Instituto Federal de Alagoas (IFAL), Universidad Nacional de La Plata (UNLP), Universidad de Mendoza (UM), Universidad Tecnologica Nacional (UTN), Universidad de Playa Acha (UPLA) e Ministério da Educação do Panamá (MEDUCA).

No final do ano de 2014, um grupo de estudantes do curso de Agronomia do IFPE –campus Vitória, sentindo necessidade de realizar atividades de extensão e observando o êxito do PDVL, solicita uma reunião com a coordenação e professores do curso, juntamente com o Diretório Acadêmico. Na reunião, diante de muitas demandas dos estudantes e da real necessidade de fomentar ações na área das Ciências Agrárias, a semente do Programa Internacional Despertando Vocações para Ciências Agrárias – PDVAgro, foi plantada.

Durante o ano de 2015 o PDVAgro foi conduzido de forma piloto, mas em poucos meses se tornou referência nas suas ações de ensino, pesquisa, extensão e rede de cooperação. As parcerias já iniciadas pelo PDVL com os Institutos Federais da Paraíba, Alagoas e Sertão Pernambucano foram fortalecidas também na área das Ciências Agrárias, novas parcerias nacionais foram firmadas e também internacionais a exemplo da INACAP (Chile).

As atividades desenvolvidas neste Programa estão alinhadas ao objetivo de “Desenvolver ações que auxiliem no despertar do interesse para os cursos das áreas de ciências agrárias, através da articulação de atividades de ensino, pesquisa e extensão e da troca de saberes e fazeres entre a Academia e a Sociedade, tendo como foco a formação do estudante, a integração com o Mundo Rural e as tecnologias educacionais, utilizando-se do formato de Rede de Cooperação Internacional” e a três eixos diretamente relacionados e articulados entre si e que são executados pelos parceiros em seus locais de atuação, tomando como ferramenta principal, de diagnóstico, as metodologias participativas.

De acordo com o planejamento de atividades e produção cientifica de cada projeto, são promovidos realização de dias de campo, dias especiais, apoio a implantação de unidades demonstrativas e de unidades de teste e demonstração, como ferramentas de validação dos trabalhos desenvolvidos ao longo do programa. Suas ações são desenvolvidas a partir de Grupos de Trabalho (GT’s) orientados por professores orientados, colaboradores voluntários do Programa, e estudantes do Ensino Médio, Técnico e Superior, fortalecendo a troca de saberes e fazeres. Assim, a educação é concebida como um direito individual e coletivo e o Programa como uma ferramenta que busca a real interiorização das questões relacionadas às questões do mundo rural, seja numa dimensão local ou extraterritorial.